Oh Patience, my Patience

Nos últimos meses tenho observado o comportamento dos condutores na estrada e fiquei a pensar no tema da PACIÊNCIA.

Imaginem aqueles dias de trânsito compacto em que passam motociclistas por entre as filas dos carros. Há sempre condutores que se chegam demasiado para os extremos da fila e quando passam os motociclistas, ou melhor, quando eles lá chegam e não conseguem passar, começam a gesticular e a insultar o condutor.

Quase todos os dias assisto a este cenário e sempre me dá vontade de rir. E isto por ver a figura que todos fazemos quando a primeira reacção que temos é perder a cabeça e insultar o outro. Quando, na realidade, deveríamos, num espaço de segundos, respirar fundo, colocar-nos no lugar do outro, sorrir e dar uma resposta tranquila e adequada. Não significa claro, que temos de aceitar e concordar com tudo. No entanto, as reacções demasiado impulsivas sempre fazem a quem as tem, parecer mal.

Por outro lado, ao sermos mais pacientes com os outros, andamos mais tranquilos e o nosso cérebro fica com mais espaço para saborear a vida à nossa volta e dar atenção a novos pequenos detalhes.

2ebqpo4

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s