Esse amigo que se chama Tempo

«Oh tempo, volta p’ra trás.
Dá-me tudo o que eu vivi»

Imagino que não seja o vosso caso querer que o tempo volte para trás, pois isso iria obrigar a viver todas as coisas boas, mas também as menos boas e más. Além disso, a vida está desenhada para andar sempre em frente.

Muito nos queixamos, por isso mesmo, de falta de tempo. Com efeito, neste mundo tecnológico em que vivemos andamos constantemente numa correria mas… e o resto? A vida ‘lá fora’ continua: a família, os amigos, nós mesmos. Onde vamos encontrar tempo para tudo?

O importante é começar por assumir que não temos tempo, então temos de arranjá-lo precisamente onde ele falta. Vamos ver um exemplo prático?

Maria trabalha 47 horas por semana. Não tem tempo para cozinhar o jantar, quanto mais para tomar café com uma amiga…! O namorado, esse já era faz muito. Onde está o tempo para namorar? Chega o fim-de-semana e desaparece num instante, já que parte dele é para recuperar os sonos perdidos da semana. Quando dá pelo tempo, já Maria está a terminar o Domingo e a preparar o regresso ao trabalho.

Esta história soa-lhe familiar?
Pois credite que é uma história mais comum do que possa parecer. Peritos em gestão do tempo dão-nos dicas óptimas de como gerir o email profissional da forma mais eficaz e eficiente, mas… será que isso chega?

Deixo-lhe algumas sugestões complementares:

» não tem tempo para a família ou os amigos? Marque coisas, comprometa-se. O que de mal pode acontecer? Ter de desmarcar à última da hora? Ou ter a coragem de dizer que tem de sair porque tem um compromisso?

» não consegue dormir 8 horas/noite? Então, porque fica a fazer serão em frente ao televisor por causa das séries de final de dia, em vez de ir dormir à hora prevista? Talvez seja suficiente ver 1 ou 2 episódios por semana para se manter a par.

» não desliga a cabeça da confusão diária? Pois bem, analise quando foi a última vez que passou tempo a sós consigo? Ter tempo para nós faz parte da nossa existência. Se não andamos bem connosco, não teremos nada de bom para dar aos outros.

Responda a estas questões antes de se atirar para um plano de gestão de tempo, seguindo as dicas dos peritos. Deve ter muita certeza do ponto em que se encontra antes de traçar um plano. E, já agora que este seja exigente, mas realista. Se não se exigir um pouco mais do que acha que é capaz, dificilmente irá evoluir.

Bom trabalho!

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s