Neverland

Tive oportunidade de ver filmes para crianças, que de resto são algo de que gosto para passar um tempo agradável. No entanto, confesso, à medida que vamos crescendo e vemos as mesmas histórias, vamos retirando lições diferentes.

Por exemplo, o Peter Pan é daquelas histórias de que nunca gostei particularmente por um motivo muito concreto: quando era criança não entendia muito bem qual era a piada de nunca crescer.

Contudo, agora olho para essa fase da vida, em que não havia problemas de maior, em que não tinha horários, nem “trinta milhões de pessoas” a dar ordens e a desrespeitar-me nem à minha inteligência, não vivia como hoje os dramas mundiais, nem queria saber de política ou economia… e tudo parecia tão simples!

Olho para essa época da vida e penso que, de facto, gostaria de poder viver num mundo como Neverland, em que nos rimos com pouco, divertimo-nos com tudo o que aparece na vida, sem stress, sem faltas de respeito, sem problemas, como os encaramos agora. Mas Neverland é o mundo de Peter Pan. Nós vivemos noutro mundo bem diferente, embora possamos ter Neverland como um refúgio dentro da nossa cabeça, cheio de boas memórias, sonhos e desejos.

neverland

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s