Poderia ser apenas papel e metal…

… mas não se fica por aí. Falo-vos do dinheiro, esse mal necessário que nos permite aceder a tanta coisa. Não direi a quase tudo, porque afinal, ainda há imensas coisas na vida que podemos fazer sem precisar de dinheiro.

Mas é ou não verdade que nos queixamos tantas vezes “não faço… porque não tenho dinheiro”, “não vou… porque estou sem dinheiro”, etc? A maneira como encaramos esta forma de satisfazer necessidades (no fundo é isso) pode mudar e ajudar-nos a ver a vida de uma forma diferente. Basta que interiorizemos que, de facto, o dinheiro é um meio e não um fim. Eu não vivo para ter dinheiro. Eu preciso de dinheiro para viver (para ter…, para ir…, para fazer…).

Estão a ver a diferença? É tudo uma questão de perspectiva. Claro, nem vale a pena estar a comparar a nossa vida com a dos outros. Cada um tem o que tem e deve geri-lo o melhor possível. Se eu vos contar que recebo incontáveis elogios aos meus vestidos pretos, iam todos passar a querer andar assim para serem amplamente elogiados. Só que isso ia estragar tudo, pois perderiam o vosso estilo pessoal e eu o meu!

Mas lembrem-se, um sorriso, uma palavra amiga, um abraço, e tantas outras coisas, não custam nada, são isentas de impostos e ainda por cima dão-nos um retorno que não é mensurável!

pote dinheiro

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s